Juízes
   Magic: the Gathering
Guia de Referência para Candidatos a Certificação de Juiz da DCI

Por Rafael Dei Svaldi, Nível 3 Juiz Regional, Brasil

Se você está lendo isso, muito provavelmente já conhece Magic: The Gathering ou outro produto da Wizards of the Coast (Magic é o principal jogo que todos os juízes devem conhecer), e está interessado em se tornar um Juiz Certificado pela DCI. Pode ser por que quer ajudar seu organizador de torneios em seu local atuando em seus torneios como um juiz (ou você é o organizador e esta a procura de algum conhecimento extra), ou você pode querer progredir além no programa de juízes; ou esta buscando avanço no Programa de Certificação de Juízes da DCI, participando da comunidade local de Magic e além permanecendo ativo quando possível. Qualquer uma dessas metas é valiosa para a comunidade de Magic e pode dar a você ótimos momentos com esse card game. De qualquer jeito, seja qualquer tipo de juiz que deseje se tornar faça a si mesmo uma simples pergunta: por que você quer se tornar um juiz? Você não tem que responder isso agora, mas é importante que você possa responder essa pergunta antes de dar seu primeiro passo nesse caminho.

Apesar da vida de juiz parecer fácil, a muito mais sobre ser um juiz do que apenas conhecer as regras dos jogos. A seguir há uma série de questões básicas sobre apitar torneios e sobre o Programa de Certificação de Juízes da DCI. O objetivo dessas questões é ajudá-lo a entender um pouco o que significa ser um juiz e o que você precisa para se tornar um.


Então, o que é um juiz?

Basicamente, o juiz do torneio é a pessoa responsável por manter a competição justa (como um arbitro em qualquer outro esporte), aplicar as regras, corrigir e penalizar qualquer infração, responder perguntas dos jogadores e ajudá-los com questões do torneio. No geral, o objetivo básico do juiz é promover um ambiente que seja justo, equilibrado e agradável para os jogadores.

Há também certas habilidades que um juiz precisa ter. Um juiz deve possuir um grande conhecimento das regras do jogo, de seus procedimentos, de suas infrações e penalidades apropriadas do torneio. Todas essas regras são ferramentas importantes para um juiz, e conhecê-las é fundamental para que realize suas funções de forma rápida e eficiente. Além disso, um juiz deve possuir certas habilidades que vão além dos aspectos do jogo. Um bom juiz deve ter espírito de equipe; mesmo em pequenos torneios locais ele pode estar trabalhando com outras pessoas como o Organizador do Torneio ou o Scorekeeper. Um juiz deve também ser paciente e aberto a opiniões; muitas de suas atividades irão envolver se comunicar com outras pessoas como os jogadores, outros juízes ou membros da organização do torneio.


O que é o Programa de Certificação de Juízes da DCI?

Através do Programa de Certificação de Juízes, a DCI certifica juízes em vários países, atestando suas habilidades de atuar nos eventos sancionados e no caso de níveis maiores no programa de juízes, de realizarem atividades como a certificação de outros juízes. O Programa de Certificação gerencia o sistema de testes de juiz, desenvolvendo os testes escritos usados para avaliar os juízes em todos os níveis, e fornecendo as ferramentas necessárias para esses juízes melhorarem suas habilidades: como lista de e-mail de discussão, o programa de patrocínio e uma gratificação para o juiz (como aqueles cards legais foils que nós juízes recebemos nos Grand Prix e Pro Tours).


O que é um Juiz Certificado?

Juízes certificados são pessoas legais que entraram no Programa de Certificação de Juízes da DCI e passaram pela primeira etapa do processo de certificação. Para se tornar um juiz certificado, um candidato deve preencher certos requisitos como: participação nos eventos, uma entrevista e passar num teste escrito. Ao entrar no Programa de Certificação de Juiz você terá a oportunidade de melhorar suas habilidades como juiz e aprender muito mais sobre o jogo, os torneios e como apitar neles.

Ser um juiz certificado é um trabalho voluntário, muito gratificante, mas que demanda dedicação, comprometimento e constante atualização das novidades que vem com a evolução do jogo. Mesmo sendo uma atividade voluntária, ser um juiz requer uma atitude profissional, além de ser uma questão de responsabilidade.

Responsabilidade com seus amigos juízes, com os organizadores de torneio, e acima de tudo com os jogadores. Tenha em mente que todas essas pessoas estão dedicadas compartilhar de forma justa seu dinheiro, tempo e esforço pelo evento. Um bom juiz deve ser capaz de ter esse nível de dedicação e se manter atualizado e capaz de exercer suas funções.


E sobre os níveis de juiz?

Os juízes certificados são divididos em níveis de 1 a 5, de acordo com sua experiência e posição no Programa de Certificação. Cada nível tem seus requerimentos, gratificações e deveres. Veja: Requerimentos dos Níveis de Juiz em www.wizards.com/judge.

Os juízes de nível 1 e 2 trabalham principalmente nos torneios locais (mas você pode vê-los nos GPs, PTQs ou em outros eventos maiores). Os juízes de nível 2 podem atuar como Juiz Mor de PTQs e Trials para GP, e após algum tempo podem começar a preparação para trilhar o caminho para um nível avançado como juiz. Em adição, os juízes de nível 2 podem também preparar novos candidatos e aplicar para eles o teste para nível 1.

Juízes de nível avançado (aqueles que são nível 3) têm deveres adicionais. Eles trabalham nos eventos de nível elevado e podem preparar e aplicar testes para o nível 1 e nível 2.

Juízes de nível avançado recebem gratificações extras por seu esforço e comprometimento e tem uma lista exclusiva de discussão.

Por ultimo, há aqueles que são juízes profissionais (juízes de nível 4 e 5) que ajudam a definir as políticas, filosofias e a direção das competições de nível avançado além do programa de juiz.


OT, scorekeeper, juiz mor. Quem são esses caras?

Ninguém é uma ilha e os juízes não são diferentes. Nos torneios de todos os tamanhos, um juiz irá trabalhar ao lado de organizadores de torneio, scorekeepers, ou outros membros da equipe do evento. O que pode acontecer é, nos eventos pequenos, o juiz pode ser também OT, o scorekeeper ou às vezes até todos os três. De qualquer modo é sempre bom saber qual é a responsabilidade de cada um:

Organizador de Torneio: O organizador de torneio, ou OT, é a pessoa encarregada do torneio. Nos torneios locais ele provavelmente será o dono da loja. O OT é a pessoa que seleciona o local do torneio e a equipe, disponibiliza todo o material necessário do torneio (como lista de decks, prêmios e etc.), paga pelo local e divulga o evento. O organizador de torneio é completamente responsável pelo sucesso do evento e de enviar seu relatório.

O OT é uma pessoa importante na vida do juiz; é ele que esta encarregada pelo torneio onde o juiz estará trabalhando e será ele que compensará o juiz por seu empenho nesse trabalho. Mesmo que o OT não tenha nenhuma influencia nas decisões de regras (já que este é o campo do juiz), ele é o “chefe” em todos os outros aspectos do evento.

Cooperação é a chave para o bom relacionamento entre juízes e o OT. Além do mais o OT pode ser uma valiosa fonte de conselhos para um juiz iniciante.

Scorekeeper: O scorekeeper, é um termo em inglês que define a pessoa encarregada de processar e guardar os resultados das partidas de um evento. O scorekeeper gerencia o programa DCI Reporter (ou no caso dos torneios realizados no papel, ele gerencia essa papelada), emparceirando os jogadores, anotando os resultados e penalidades, marcando o tempo da rodada e realizando os procedimentos relevantes ao formato do torneio (atribuindo os pods do draft e efetuando o corte para o emparceiramento das semifinais). O scorekeeper pode ser um juiz certificado, porém não é obrigatório que seja.

Juiz Mor: Evento sancionados oficialmente necessitam da presença física de um juiz mor durante os jogos para resolver disputas, interpretar regras, aplicar penalidades, e tomar outras decisões oficiais. O juiz mor é responsável por enviar o relatório de todas as advertências dadas no torneio à DCI, seja diretamente ou através do relatório de evento do organizador de torneio. Na maioria dos torneios locais há apenas um juiz, e ele é o juiz mor. Nos eventos maiores, aonde há mais juízes presentes, um juiz escolhido pelo OT é o juiz mor do evento e ele será a autoridade judicial final no torneio.

Líder de Equipe: Em alguns eventos como Pro Tours, Nacionais e GPs, há um grande numero de juízes. Nesses casos, os juízes são reunidos em equipes para que possam se organizar melhor e efetuarem suas tarefas. Cada equipe tem um líder, geralmente um juiz mais experiente que coordena as atividades da equipe e mantém o juiz mor informado.


Quais serão meus deveres como um juiz?

Os deveres de um juiz dependem de seu nível e do tipo de torneio no qual ele esta trabalhando. Para todos os níveis, os juízes devem manter a competição justa, responder as dúvidas de regras dos jogadores no torneio, e quando necessário corrigir infrações e aplicar penalidades.

Basicamente, isso representará a maior parte do trabalho de apitar, especialmente nos torneios pequenos e nos torneios locais aonde, geralmente, há apenas um juiz.

Tirando as questões com as regras e disputas dos jogadores, os juízes também realizam algumas atividades relacionadas a organização do torneio. Os juízes afixam o emparceiramento gerado pelo scorekeeper, verificam os decks e listas de decks, e mantém as mesas organizadas e claramente numeradas. Eles também podem dar uma mão ao OT quando necessário: fazendo anúncios, procurando por jogadores perdidos ou encontrando por partidas que não tiveram o resultado entregue. Afinal, apesar de manter o torneio justo nós precisamos mantê-lo organizado.

Estes são os deveres básicos de um juiz, e na maioria são todas tarefas que um juiz irá realizar nos torneios locais. Mas, se você quer ir além na gloriosa carreira de juiz, haverá muito mais coisas para fazer. Juízes de nível avançado podem ajudar na preparação dos candidatos a nível 2 e podem avaliar os candidatos a nível 3. Além disso, é encorajado que os juízes de todos os níveis escrevam relatórios sobre suas experiências como juiz enviando esses artigos para a lista de juízes ou publicando-os na página de juízes do site da Wizards.

É esperado dos juízes da DCI manter um alto padrão de integridade e profissionalismo durante todo tempo – especialmente quando eles estão apitando, mas também quando não estão e estão como jogadores ou mesmo espectadores no torneio. Se você acha que se enquadra nesse perfil de integridade e profissionalismo e tem motivação e habilidade para se tornar um juiz certificado, a DCI espera trabalhar com você e certificá-lo como um Juiz da DCI.


Então, como eu me torno um juiz?

Você não precisa ser um juiz certificado para ser um juiz na maioria dos eventos. Se você quer apitar um torneio para pegar o gostinho de atuar como um juiz, a melhor opção é contatar seu OT local. Ele é a melhor pessoa para te fornecer as informações básicas sobre como começar a apitar na sua área. Além disso, o OT pode te explicar sobre os procedimentos básicos de torneio e a compensação local para o trabalho do juiz.

Outra boa opção é procurar o Organizador Premier de Torneios de sua área. Este é o OT que organiza eventos especiais como Pré-lançamentos, Trials e PTQs na sua área. Ele será capaz de explicar para você o básico sobre apitar nesses eventos premier, incluindo as políticas de compensação desses torneios. Além disso, ele pode conhecer outros OTs e estar ciente do calendário de eventos de sua área.

Não se esqueça de falar com outros juízes. Se sua área tem um juiz de nível 3, ele será a pessoa mais qualificada para guiá-lo no caminho de se tornar um juiz. E se possível fale com outros juízes que atuem na sua região. O conselho daqueles que são mais experientes é um recurso valioso.

Se você tiver alguma pergunta sobre como encontrar qualquer uma dessas pessoas, de uma olhada no site da Wizards. Lá há uma lista de todos os juízes certificados do mundo e os escritórios encarregados pela Organização de Competições em todas as regiões.

Apesar da certificação não ser obrigatória para os juízes dos torneios locais, é uma boa idéia ser tornar um juiz certificado mesmo que você apenas pretenda apitar ocasionalmente nesses torneios.

Veja: Como se Tornar um Juiz em www.wizards.com/judge


E sobre a gratificação?

Nesse ponto você deve esta se perguntando: qual seria minha gratificação? Se sua preocupação é dinheiro, então você deveria começar a procurar outra atividade. Sim, os juízes são recompensados pelo seu trabalho, mas essa gratificação não é suficiente para lhe garantir fortuna nunca antes sonhada. O tipo exato de gratificação varia de torneio para torneio e, em muitos casos, ela é suficiente por fazer algo relacionado a um jogo que também é um hobby. A gratificação de juiz pode não fazê-lo rico, mas quem mais é pago para ficar próximo do seu jogo favorito?

A mais básica forma de gratificação acontece a nível local, e irá depender de cada OT. Em alguns casos, o OT irá pagar seus juízes com produto baseando-se na quantidade de jogadores no torneio. Em outros lugares os juízes podem receber dinheiro ou desconto para usar na loja. Em qualquer caso, a melhor forma de lidar com essas gratificações é falar com o OT. Ser juiz demanda muito esforço e preparação. Não se sinta envergonhado de pedir uma gratificação por isso.

O próximo nível de gratificação vem dos eventos Premier. Apesar da quantidade exata mudar de região para região, nesses eventos os juízes são pagos com produto, baseando-se no numero de jogadores no torneio. Eles também podem receber cards foils, camisetas do evento e no caso dos Pré-lançamentos, receberem produto antes de seu lançamento. Algumas gratificações têm políticas especificas como o produto recebido no Pré-lançamento, que não pode ser vendido antes da data oficial de lançamento. A melhor coisa a se fazer é contatar seu OT local ou seu OPT para saber mais sobre essas gratificações e políticas.

Outra fonte de gratificação é o Player’s Rewards Program, no qual cards foils e fichas são distribuídas aos jogadores baseando-se na participação nos torneios. De modo similar, os juízes recebem os cards foils pelos torneios que eles apitam. Juízes de nível avançado ou maior também recebem uma gratificação especial. Para mantê-los atualizados dos novos cards, eles recebem produto toda vez que uma nova coleção é lançada.

Além disso, há também o Programa de Patrocínio. Através desse programa, os juízes certificados recebem patrocínio para ir a eventos em outras cidades ou mesmo em outros países. Essa é uma grande experiência e lhe dará a chance de aprender sobre Magic e sobre apitar, e será uma ótima oportunidade para conhecer novas pessoas e lugares exóticos.

Todas as gratificações que um juiz pode receber são boas, mas não é a coisa mais importante. Isso pode parecer estranho, mas a melhor recompensa é o trabalho em si. Desde ajudar seu OT local até viajar para outras cidades para apitar, são oportunidades de fazer parte dos eventos de Magic, conhecer pessoas diferentes, socializar com os juízes e ser parte de uma comunidade dedicada a esse grande jogo. Se você tem a oportunidade de participar de um evento internacional como um Grand Prix ou um Pro Tour, você irá encontrar pessoas de diferentes países e fazer amigos por todo o mundo.


Aonde eu posso encontrar ajuda?
(ou, quem eu posso procurar quando as coisas ficarem bem ruins?)

Algumas vezes aparecerá uma pergunta para qual você não terá resposta. Quando isso acontecer no meio do torneio e você for o juiz responsável, você deverá usar seu julgamento para resolver a situação. Mas quando isso acontecer e você tiver tempo de procurar uma resposta? Ainda bem que nós temos um monte de recursos para nos ajudar. A Wizards mantém uma lista de discussão para os juízes certificados, onde dúvidas de regras e situações interessantes que acontecem nos torneios são todas discutidas (incluindo aquelas coisas que você resolveu por si mesmo). E no site da Wizards você pode encontrar arquivos de tópicos anteriores das listas de discussão.


Eu ainda poderei continuar jogando Magic?

Claro! E você pode continuar participando dos eventos sancionados sem nenhum problema. Os juízes de Magic são encorajados a jogarem e em alguns casos ser juiz pode ajudá-lo a ser um jogador melhor. Conhecer de forma adequada as regras e entender como elas funcionam irá certamente melhorar suas habilidades no jogo. Além do mais pode preveni-lo de cometer erros quando estiver jogando em um torneio.

Claro que você deve sempre se preocupar em não usar seus poderes para o mal. A posição de ser um juiz não significa te dar vantagem sobre seus oponentes. Não abuse de seu poder ou tenha aquelas discussões do tipo “eu sou nível 1 então eu estou certo”. Se em algum momento você se tornou um juiz por esse motivo você esta longe, muito longe do seu caminho.


Conselho Final

Se você pretende se tornar um juiz, saiba que estará entrando numa atividade interessante cheia de diversão e trabalho a fazer. Se eu puder lhe dar um conselho sobre ser um juiz, aqui vai: estude muito e se prepare bem para os eventos onde irá trabalhar. Estar preparado é uma dos fatores chave para fazer um bom trabalho e certamente irá ajudá-lo durante aqueles momentos difíceis quando as coisas parecem sombrias.

E por ultimo, mas não por menos, saiba que esse artigo contém apenas o básico sobre o que significa ser um juiz certificado. Para cada um de nós juízes essa atividade possui um significado especial e particular. A chave para se tornar um juiz é saber o porquê você quer apitar, enquanto a chave para ser um bom juiz é saber o que apitar significa para você.
 

-Voltar-
 

Wizards of the Coast
MAGIC: THE GATHERING, personagens, nomes e imagens relacionadas e o símbolo MAGIC, logo e imagens relacionadas são marcas registradas de Wizards of the Coast. Wizards of the Coast é uma marca registrada de Wizards of the Coast, Inc., uma subsidiaria de Hasbro, Inc. ©2007 Wizards
Hasbro